Quero falar o que quero, como quero, sem preocupação em verbo concordar, quero pintar o quero, como quero sem medo em tinta combinar. Quero escrever o que quero, como quero, sem importar com vírgula fora do lugar. Quero fugi de formas e de fôrmas, e sem amarras me expressar, me livrar de certas frescuras, desse moralismo excessivo no ato simples de se comunicar. Quero só que entenda minha razão, onde quero chegar, não quero nada impossível, a não ser livre me interlocutar.Quero alcançar outro mundo e não somente sonhar,me despir desta pobreza mesquinha, a venerada inteligência vulgar.E não me diga se isso ou aquilo deve se falar! Não me diga quando esse ou este deve se usar! Não me diga onde o ponto deve ficar! Não me diga se a rima é pobre se é rica, isso não me faz interessar! Quero ultrapassar os limites da hipocrisia, da ditadura, do controle, mesmo remoto, que querem me domar. Não estou nem aí para a vestidura, quero apenas, ir além da aparência, nada a mais, do que meu pensamento registrar, em atos espontâneos, simples, escrever, pintar, falar. E não me ignores, nem me apontes! Se achares, que não sou culto ao me expressar. Quero e vou viver a liberdade plena!Não é utopia, não estou louca a delirar. Tenho fiança, amparo, proteção, onde me abrigar. Tenho defesa e sustento, pois, a poética me tira as algemas, me faz livre, me dar asas pra voar, por cima da tirania, que contrariada se submete ao irregular.

(Adriana Gonzaga)

sábado, 15 de dezembro de 2012

Poderosa

                                                                   Poderosa

Basta uma palavra,
E defini um livro.
Apenas uma palavra,
E acalanta o espírito.

Apenas uma palavra,
E a alma desnuda.
Apenas uma palavra,
E o olho inunda.

Apenas uma palavra,
E o ódio germina.
Apenas uma palavra,
E o júbilo reina.

Apenas uma palavra,
E o coração intoxica.
Apenas uma palavra,
E o sorriso faísca.

Apenas uma palavra,
E deixa cicatriz.
Apenas uma palavra,
E amarga o feliz.

Apenas uma palavra,
E a guerra cresce.
Apenas uma palavra,
E o amor nasce.

Apenas uma palavra,
E desvenda o encanto.
Apenas uma palavra,
E sossega o inquieto.

Apenas uma palavra,
E se profere muito.
Apenas uma palavra,
E há paz no mundo.

Apenas uma palavra,
E a vida salvará.
Somente uma palavra,
E a terra sarará.

Em apenas uma palavra,
Por mais leve que soa,
Se percebe o brio de uma pessoa.
Apenas uma palavra.

(Adryana Gonzaga)
  

8 comentários:

  1. Que ninguém jamais subestime o poder de uma palavra!...

    ResponderExcluir
  2. É o poder que tem a palavra. Moito bom!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Acabamos de postar seu poema no - SEM OLHARES CRÍTICOS. Espero que goste!!! Um prazer ter sua presença e poema por lá...
    Um grande abraço meu e do Expedito (Profex

    ResponderExcluir
  4. Em apenas uma palavra,
    Por mais leve que soa,
    Se percebe o brio de uma pessoa.
    Apenas uma palavra.

    Essa ultima passagem é perfeita! Adorei o poema!

    Beijinhos
    http://lualibra.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá Adryana, fico feliz por você ser minha seguidora. Obrigada, querida!
    Teus versos trazem clarezas onde se aponta a palavra para grandes modificações, sentimentos e sentidos. Parabéns!!Te sigo!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Que nesse Natal, você sinta toda a alegria necessária para ser feliz a cada instante!
    Que nesse Natal todas as suas vontades, sonhos e desejos, sejam realizados.!
    Que você encontre razões para continuar vivendo, sorrindo e fazendo amigos!
    Que neste tempo de paz você possa receber de cada pessoa o amor que elas te oferecem.
    Boas festas, com muito ânimo e muita alegria e que se torne realidade os sonhos que você deseja alcançar!

    São os votos,
    de alguém que faz parte deste seu mundo de amizades virtual!
    Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  8. A palavra tem poder... ela pode abençoar ou amaldiçoar. Lindo! Obg por sua visita no meu cantinho, aqui no teu encontrei "belas palavras" e por isso estou ficando. Tenha um natal recheado de belas palavras, muita luz e muita paz! Bj

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...